fbpx Skip to main content
gel clareador dental

Gel clareador: Qual devo utilizar?

Conseguir aquele sorriso branco e bonito que todos almejam pode ser uma ótima experiência quando a técnica de clareamento dental escolhida gera um resultado estético satisfatório. E um bom clareamento tem relação íntima com géis clareadores de qualidade e adequados para cada caso.

Para que possamos determinar qual o melhor tratamento, devemos considerar aspectos como a consulta de avaliação e as expectativas do paciente, assim como sua saúde oral (gengiva, dentes e demais estruturas), para que o processo de clareamento seja o mais confortável e eficiente possível.

Como muitas pessoas tem dúvidas sobre qual gel pode ser utilizado em um clareamento com moldeira ou com laser, vamos apresentar as principais características de cada sistema clareador para que você tenha mais segurança quando optar pelo clareamento dental em busca de um sorriso estético.

Primeiramente, vamos apresentar as opções de géis disponíveis.  Temos o peróxido de hidrogênio e peróxido de carbamida.

peróxido de hidrogênio

O peróxido de hidrogênio, quando em contato com saliva e os fluidos do interior do dente, se degrada em água e oxigênio. É este oxigênio que irá clarear seus dentes. Como degrada rapidamente, seu efeito é mais rápido, significando menor tempo em contato com o dente.

Já o peróxido de carbamida, quando degradado, forma peróxido de hidrogênio (água e oxigênio) e ureia. A vantagem é a menor quantidade de peróxido de hidrogênio liberada na estrutura dental. Também temos a ureia mantendo o meio com pH neutro, diminuindo a possibilidade de perda mineral da estrutura do dente. A desvantagem é que o peróxido de carbamida necessita de mais tempo em contato com o dente para clareá-lo (justamente pela liberação lenta de oxigênio durante o uso).

 

No clareamento com moldeiras podemos utilizar peróxido de hidrogênio ou carbamida. Esses peróxidos contém concentrações diferentes dependendo do produto escolhido. O peróxido de carbamida geralmente é encontrado nas concentrações de 10%, 16% e 22%. O peróxido de hidrogênio possui concentrações entre 4% e 10%.

peróxido de carbamida

 

Para que você entenda a diferença entre os dois, saiba que o peróxido de carbamida 10% equivale ao peróxido de hidrogênio 3%. Mas isso não quer dizer que são iguais pois, como vimos acima, o peróxido de carbamida libera oxigênio lentamente na estrutura do dente, demandando mais tempo para que se possa ter efeito clareador. No entanto, o número de dias que uma pessoa precisa para fazer o tratamento depende da exigência de cada paciente e do grau de escurecimento dos dentes, que são únicos para cada pessoa.

Para o clareamento com laser utilizamos o peróxido de hidrogênio 35%. Este gel possui uma concentração maior de peróxido para que os dentes sejam clareados com rapidez, em uma ou duas sessões no consultório.

Como falamos de sensibilidade dentária no último post, indicamos para pacientes que possuem desconforto acentuado o peróxido de carbamida 10% para iniciar o tratamento com moldeiras, já que este libera uma menor quantidade de oxigênio em maior tempo, causando agressão menor à polpa dentária (nervo do dente). Precauções extras devem ser feitas para utilizar o peróxido de hidrogênio 35% no clareamento com laser, já que este geralmente causa maior grau de sensibilidade.

Converse com seu dentista sobre as possibilidades de tratamento e qual gel será utilizado. Ele saberá indicar a melhor opção para que você tenha um sorriso mais branco.

Também devemos lembrar que o gel clareador sempre deve ser usado com a supervisão de um dentista. Evite tratamentos com receitas caseiras ou kits comprados pela internet.

E no próximo texto iremos tratar sobre o modo como o gel age no dente para clareá-lo.

Espero que este texto tenha ajudado a esclarecer algumas dúvidas recorrentes que vejo no consultório.

Até a próxima. Um grande abraço a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *