Skip to main content
técnica combinada de clareamento

Técnica combinada de clareamento: como é feito?

A exigência de um sorriso bonito como padrão estético em nossa sociedade está trazendo cada vez mais pessoas para o consultório em busca de dentes mais branco. E para atingir este objetivo, hoje vamos abordar o tema da técnica combinada de clareamento.

Nos últimos posts foram apresentados o clareamento dental com moldeiras, clareamento de consultório e clareamento interno. Agora vamos ver como podemos combinar estas técnicas na busca daquele sorriso com dentes claros que você tanto almeja.

As técnicas combinadas de clareamento

  1. Clareamento interno e com moldeiras

Você tem dentes escuros, mas um deles está mais escurecido por ter tratamento de canal e se destaca negativamente no sorriso? Essa situação é muito comum no consultório e pode ter solução apenas com o tratamento clareador.

Primeiramente, clareamos o dente (ou dentes) com tratamento de canal para que possamos observar quanto será possível clareá-lo. Após terminar o clareamento interno, partimos para o clareamento com moldeiras. Devemos acompanhar o caso até que os outros dentes alcancem a mesma tonalidade de cor do dente clareado internamente. Pequenas diferenças de cor entre dentes vitais e dentes com tratamento de canal são esperadas e toleradas. Se a discrepância de cor persistir, tratamentos restauradores podem ser a solução.

  1. Clareamento interno associado ao de consultório

O procedimento segue o mesmo protocolo descrito na técnica descrita acima. O único cuidado que devemos ter é com a rapidez do clareamento de consultório. Os dentes vitais (que não possuem tratamento de canal) podem ficar mais claros que o dente clareado internamente, já que não temos o mesmo controle do clareamento de moldeiras (com as moldeiras o clareamento é mais lento, permitindo um maior controle da mudança de cor pelo dentista).

  1. Clareamento de moldeiras associado ao de consultório

Também chamada de técnica mista supervisionada, alia a velocidade do clareamento de consultório com a versatilidade do clareamento com moldeiras. Utilizamos esta técnica em alguns casos nos quais os dentes escurecidos são resistentes ao clareamento com apenas uma técnica (resposta muito lenta de alguns pacientes ao clareamento com moldeiras), ou simplesmente conseguir dentes mais claros com maior rapidez. Geralmente o tempo de tratamento é de duas semanas (uma ou duas sessões no consultório e 14 dias de clareamento em casa com moldeiras).

Veja no vídeo abaixo, do Dr. Fábio Andretti, a técnica mista supervisionada.

Sempre devemos lembrar que a efetividade das técnicas clareadoras devem levar em consideração o perfil do paciente e o diagnóstico clínico e radiográfico. Casos de escurecimento extremos devem ter uma abordagem reabilitadora do dente com restaurações em resina composta ou porcelana (próteses fixas, facetas e lentes de contato) para que sua cor seja modificada.

Também devemos observar que restaurações e próteses que estejam em boca não alteram sua cor com o clareamento dental. O que muda de cor é o dente. Próteses e restaurações em áreas estéticas devem ser trocadas após o fim do tratamento clareador.

Não esqueça que o clareamento sempre deve ser supervisionado por um dentista. Siga as recomendações preconizadas por ele e evite receitas caseiras ou kits comprados pela internet.

Este foi o último texto da série sobre clareamento dental.

Na próxima semana vamos falar sobre a diferença entre facetas de porcelana e lentes de contato.

Aproveite e siga nossas redes sociais.

Instagram e Facebook

Um grande abraço a todos.

Deixe uma resposta