Skip to main content
disfunção temporomandibular

Você faz ruídos ao abrir e fechar a boca?

Respondeu sim para a pergunta do título?

Então saiba que estes sons são considerados sinais de disfunção temporomandibular (DTM).

O que são disfunções temporomandibulares?

Como falei no texto sobre DTMs , a articulação temporomandibular é uma estrutura que liga a mandíbula (osso do queixo) com o crânio. Essa articulação é formada por diversas estruturas como tecidos ósseos, disco articular, músculos, ligamentos, cápsula articular e apresenta um denso suprimento sanguíneo e nervoso, sendo responsável pelos movimentos da mandíbula.

Quando algo compromete o bom funcionamento da articulação, temos uma DTM.

articulação temporomandibular

E o que são esses ruídos?

Geralmente são o primeiro sinal de que há uma alteração em curso na articulação temporomandibular (ATM).

Os ruídos são classificados como estalido, estalo e crepitação.

O estalido é um som claro, leve e curto. Já o estalo é semelhante ao estalido, mas com um som mais marcado (aquele “barulho” forte ao abrir ou fechar a boca). A crepitação é um som prolongado e áspero, que está presente ao longo do movimento de abertura e fechamento da mandíbula.

As principais alterações nas quais se verificam ruídos são:

  1. Deslocamento do disco articular.
  2. Alterações morfológicas na superfície articular – na cabeça da mandíbula e superfície articular do osso temporal (fossa articular).
  3. Alterações nos ligamentos articulares.
  4. Alterações musculares (falta de sincronia nos músculos da mastigação).

articulação temporomandibular

 

As crepitações estão associadas a processos degenerativos da articulação. Quando abrimos e fechamos a boca, o côndilo da mandíbula desliza pela superfície articular do osso temporal para executar o movimento.

Para que não haja contato osso contra osso entre as duas estruturas citadas, temos o disco articular (composto de cartilagem) que funciona como uma “almofada” impedindo contato danoso para a ATM.

Em casos na qual há perfuração do disco articular e consequente contato das estruturas ósseas, teremos a formação de artroses, que são deformidades nas articulações. Quando estas se formam, a pessoa relata um “barulho de areia” durante os movimentos. Esse ruído caracteriza a crepitação.

Já o estalo e o estalido acontecem pelo deslocamento do disco articular. Durante o movimento de abertura ou fechamento da boca, o disco articular se desloca de sua posição (entre o côndilo e a cavidade glenóide do crânio). Seu retorno abrupto para a posição original causa o ruído característico.

Veja nesse vídeo do canal +Saúde Tv como acontece o estalo na ATM.

Essa condição é um sinal que existe alteração estrutural e funcional da ATM. E isso pode evoluir para condições mais graves envolvendo dor.

Devemos lembrar que esses ruídos nem sempre estão associados a dor na ATM. A dor pode aparecer em outros locais, como no pescoço, na face, ou se manifestar em crises de enxaqueca.

Assim, se você possui algum ruído nas ATMs, procure seu dentista, pois ele saberá diagnosticar essas disfunções. Se o caso for mais grave, o paciente deve ser encaminhado para profissional especializado em disfunções temporomandibulares.

No texto da próxima semana falaremos sobre diagnóstico e formas de tratamento para as DTMs.

Não perca!

Dúvidas? Deixe nos comentários.

Um grande abraço a todos.

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: